www.cangucuonline.com.br

Canal ‘Vando e Fabi – Cactus e Suculentas’ faz sucesso no YouTube

O casal Vanderlei Inácio da Costa e Fabiane Schwartz da Cruz saiu da localidade do Remanso, em Canguçu, para residir em Lajeado, no Vale do Taquari, em 2012.

Foi lá que começou o negócio Vando & Fabi – Cactus e Suculentas, que hoje conta com um canal no YouTube com 84 mil inscritos, 52 mil seguidores no Facebook e 16 mil no Instagram (veja os links no final da matéria).

O vídeo com maior audiência até hoje foi publicado em janeiro de 2018 e conta com 434 mil visualizações. Nele, o casal ensina como preparar substrato para cactos e suculentas.

O Canguçu Online foi atrás desta história e fez uma entrevista exclusiva com o casal.

Vanderlei Inácio da Costa, o Vando, é natural de Lajeado. Quando tinha 3 anos de idade, o pai, que é canguçuense, voltou para Canguçu juntamente com a sua mãe. Ele foi criado em Canguçu, no bairro Isabel, onde residiu até os 20 anos. Depois, foi residir na localidade do Remanso, juntamente com a Fabi. O vando estudou na Escola Dom Pedro II e na Escola João de Deus Nunes. Profissionalmente, atuou como músico durante 11 anos na banda Novo Horizonte e em atividades rurais.

Fabiane Schwartz da Cruz, a Fabi, é natural de Canguçu e sempre residiu na localidade do Remanso, 1° Distrito, lugar onde até hoje está fixada a sua família. Ela estudou na Escola Estadual Doutor Edmundo Gastal, na Escola Estadual João de Deus Nunes e trabalhou com atividades rurais, na propriedade da família.

Nos conhecemos e fomos morar na localidade do Remanso, na propriedade da família da Fabi. Lá, ficamos durante 15 anos. Temos dois filhos, que atualmente moram conosco em Lajeado.
Vanderlei Inácio da Costa, o Vando, para o Canguçu Online.

Canguçu Online:
Como surgiu a paixão por cactus e suculentas?

Vando e Fabi:
Tudo começou quando surgiu o interesse de adquirir o nosso primeiro terrário, porém, não encontramos um à venda na região e resolvemos fazer um. Quando publicamos fotos de nosso terrário nas redes sociais, algumas pessoas demonstraram interesse em adquirir um. Na mesma semana, decidimos confeccionar alguns para vender e começamos logo a obter retorno financeiro e reconhecimento.

Criamos uma página no Facebook como forma de divulgação e, para a nossa surpresa, tivemos um crescimento considerável desde o primeiro momento.

Devido à demanda de criação dos terrários, percebemos que era necessário adquirir plantas ideais para este fim, como cactus e suculentas. Por causa da diversidade das espécies, nos encantamos com tantos formatos, cores e texturas e, então, surgiu a nossa coleção particular e a paixão pelo cultivo.

 

Canguçu Online:
Como vocês identificaram que esta paixão poderia influenciar milhares de outras pessoas e se tornar um negócio?

Vando e Fabi:
As plantas nos ajudaram e vieram ao encontro de nossas necessidades. Isso ocorreu em uma fase em que buscávamos conciliar a nossa situação atual com o estilo de vida que tínhamos no interior de Canguçu, pois a ligação com a natureza sempre foi um fator determinante de qualidade de vida para nós. Quando percebemos que trabalho e paixão estavam em harmonia graças aos cactos e suculentas, resolvemos compartilhar com as pessoas, por acreditar que seria válido e ajudaria os outros.

Começamos a produzir os vídeos para o nosso canal do YouTube, no qual compartilhávamos tutoriais, dicas de cultivos e nossas experiências com os cactos e suculentas. Desde aquele momento, seguidores foram interagindo conosco, e aumentando a rede consideravelmente. Começamos a receber muitas mensagens das pessoas nos relatando suas experiências. Pessoas que através do canal e do contato com cactos e suculentas, tiveram um apoio para enfrentamento de momentos delicados e difíceis, como luto, depressão e busca de sentido para suas vidas. Muitos encontraram, também, uma fonte de renda.

Nossos vídeos sempre procuraram ir além de mostrar as plantas, mas de ensinar e permitir que os seguidores pudessem ver como uma oportunidade para suas vidas, pois assim como o cultivo das plantas. Foi terapêutico para nós e acreditamos que seria também para outras pessoas.

 

Canguçu Online:
Vocês possuem 84.000 seguidores no YouTube e outros 21.000 seguidores no Facebook. Qual é o diferencial do trabalho para conseguir tantos seguidores interessados no assunto?

Vando e Fabi:
Sempre procuramos oferecer para o público a nossa realidade. Fazemos o questionamento sobre quem é o público e o que podemos oferecer de melhor a eles. Somos como os nossos seguidores e procuramos passar exatamente isso. Nosso cotidiano é mostrado em nosso trabalho, mantendo vídeos com simplicidade e clareza nos assuntos abordados, pois nosso objetivo é chegar até os seguidores da maneira que somos, e permitir a eles essa troca de conhecimento.

Outro fator que diferencia nosso trabalho, é que é realizado sempre com o casal, somos cúmplices nesse projeto e essa união e interação é passada para o público. Somos pró-ativos nas nossas atividades. Acreditamos que a autenticidade seja a maneira ideal de tocar os nossos seguidores, mostramos quem somos, que somos humanos, sonhadores, e não personagens.

 

Canguçu Online:
Como vocês rentabilizam o trabalho hoje? Quais serviços oferecem ou vendem?

Vando e Fabi:
Atualmente a nossa rentabilidade está ligada a algumas atividades, como a monetização do canal do YouTube e resultados diretos oriundos das redes sociais, permitindo alcançar o público de todas as partes do Brasil.

Vendemos cactos e suculentas, sendo mais de 1 mil espécies, terrários e minijardim, acessórios e lembrancinhas para eventos.

 


O SUCESSO DO CANAL
O vídeo com maior audiência até hoje no canal foi publicado em janeiro de 2018 e conta com 434 mil visualizações. Nele, o casal ensina como preparar substrato para cactos e suculentas.

Assista:


SAIBA MAIS
Vando e Fabi Cactus e Suculentas nas redes sociais (clique e acesse):
Facebook
YouTube 
Instagram

Comentários
Carregando...