www.cangucuonline.com.br

Stael Palivorda: Driblando o sedentarismo

166

Considerado por alguns estudos como o grande mal do século, o sedentarismo se caracteriza pela falta ou diminuição da atividade física. De acordo com o OMS (Organização Mundial da Saúde), a prática ideal de atividades físicas mínimas seriam de 150 minutos para os adultos semanalmente e 60 minutos diários para crianças e adolescentes.

Uma vida ativa, seguindo os padrões mínimos de regularidade na pratica de atividades físicas garante uma vida com mais qualidade. Quando falamos em vida com qualidade nos referimos a diminuição do risco de doenças não transmissíveis, prevenção e melhora na recuperação de quadros de determinadas doenças como diabetes, colesterol, hipertensão, câncer, depressão, obesidade, infarto do miocárdio, dentre outras.

Vamos refletir!

Como estamos cuidando da nossa saúde, da nossa qualidade de vida?

Atualmente estamos cercados de inúmeras tecnologias e estas nos trazem seus benefícios. A praticidade das inovações tecnológicas nos garantem otimizar o tempo nos levando a uma rotina condicionada (casa, carro, trabalho, celular, micro-ondas, fast-food, internet, jogos eletrônicos).

Cada ano que passa novidades tecnológicas surgem no nosso meio, paralelamente porém, em maior escala o número de pessoas com problemas de saúde ligados ao Sedentarismo também cresce alarmantemente. Estudos indicam a necessidade de conscientização da população para os riscos gerados pela falta de atividades físicas. Dados da OMS apontam que 300 mil pessoas morrem por ano no Brasil decorrente de doenças ligadas ao sedentarismo.

O alto índice de obesos, cresce descontroladamente atingindo desde crianças até adultos e idosos. E sabe-se que inúmeras doenças crônicas estão associadas a obesidade, tais como hipertensão, colesterol, diabetes, entre outras. O descontrole do peso é fator de risco e necessita de cuidados de saúde pública, porém o passo maior deve ser dado pelo próprio indivíduo. A mudança de hábitos e estilo de vida são fundamentais para vencer o sedentarismo e combater a obesidade.

Você, já analisou sua rotina? Quantos minutos na semana você dedica para realizar uma caminhada, uma pedala, jogar futebol com os amigos, frequentar uma academia, nadar, dançar?  Quais são as prioridades para sua vida? A qualidade de seus hábitos são ideais?

Não deixe para amanhã, comece hoje. Mude seu estilo de vida, opte por ir caminhando ao seu trabalho sempre que possível, convide um amigo para andar de bicicleta, desfrute dos locais públicos que são oferecidos como praças, pistas, campos, academias de rua. A determinação é a principal ação que fará a mudança, os desafios serão constantes mas cabe a escolha, vencer esse mal ou ser derrotado a frente pelos problemas que ele gera.

Ao tornar- se ativo seu corpo irá responder de maneira significativa, pois seu metabolismo (conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior do organismo vivo), irá trabalhar de forma harmônica.

Deste modo, em equilíbrio seu corpo realizará suas funções de maneira saudável. Com a prática regular de atividades físicas, o seu condicionamento físico irá melhorar, sua musculatura ficará mais forte, seu sistema circulatório mais ativo, além dos benefícios fisiológicos sua mente irá trabalhar de maneira mais harmônica, a produção e liberação de determinados hormônios como, adrenalina, noradrenalina, GH, serotonina, insulina, cortisol, leptina e demais, que ocorrem após a realização do exercício físico fará com que seu corpo e mente atuem em equilíbrio.

Todos independentemente da idade, podem e devem adicionar na sua rotina exercícios físicos, o leque de atividades que podem ser realizadas com segurança é ampla e, contempla gostos e estilos, bem como necessidades específicas.

Hoje contamos com práticas voltadas a crianças, adolescentes, adultos, idosos, gestantes, pessoas com lesões, indivíduos com patologias que exigem atenção e cuidados específicos, enfim, não há barreiras que impeçam de colocar de uma forma segura seu corpo em ação.

Somos capazes de combater esse vilão, é necessário agirmos com determinação, traçar objetivos e não desistir frente aos desafios.  Atualmente contamos com profissionais e programas que auxiliam na elaboração de variados planos de ação.

*Texto enviado por Stael Palivorda, graduada em Educação Física e diretora do Studio de Atividade Física Stael Palivorda, com informações do site Nações Unidas Brasil.

Comentários
Carregando...