www.cangucuonline.com.br

Gabriel Andina: ‘Não há constantes atrasos nos pagamentos dos médicos’

691

O Canguçu Online teve acesso ao documento enviado pelo Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS), através do advogado André Niomar Lemos Vaes, ao Hospital de Caridade de Canguçu (HCC). Trata-se de uma notificação à casa de saúde em nome do grupo de médicos que fazem plantão no Pronto-Socorro (clique e leia a matéria na íntegra).

Após contato com o gestor do Hospital de Caridade, Gabriel Andina, ele apresenta um contraponto e contesta as informações do SIMERS.


Veja abaixo, na íntegra, o posicionamento de Gabriel Andina:

Quanto a notificação recebida pelo Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, eu gostaria de expor os seguintes fatos:

1- Não há constantes atrasos nos pagamentos dos médicos. Desde o começo da gestão municipal no HCC nunca houve atraso nos repasses aos médicos.

Esse mês aconteceu o atraso de maneira excepcional, pois a Prefeitura Municipal pagou metade do Décimo terceiro dos servidores públicos mais a folha de pagamentos, e ficou faltando recurso para efetuar o repasse dentro da data prevista.

2 – Já foram realizadas várias reuniões com as equipes médicas e o Gestor do hospital, onde demos a garantia de pagar os meses de maio e junho juntos.

3 – Desde o começo da gestão municipal no HCC nunca recebemos nenhum documento por parte da equipe médica dizendo não ter condições de exercer a medicina. Sabemos que há ainda muitas coisas para qualificar dentro do HCC, mas temos tentado cumprir com todas as necessidades que chegam até a gestão.

4 – O cronograma de pagamento permanece o mesmo dos meses anteriores. Excepecionalmente esse mês será pago maio e junho juntos no mês de julho.

5 – quanto a realização de contratos, todas as equipes médicas com empresas estabelecidas possuem contrato firmado com o hospital. Aqueles médicos que não possuem pessoa jurídica são contratados via RPA.

Cabe ainda salientar que o HCC ainda espera repasse do incentivo Federal IAC, que já se encontra nos cofres do estado, no valor de 300 mil reais, e ainda não foi repassado para a instituição. Os repasses da prefeitura Municipal de Canguçu tem garantido a manutenção dos serviços do HCC. 

Comentários
Carregando...