www.cangucuonline.com.br

Sem obrigatoriedade de simulador, CNH ficará 15% mais barata

925

Durante a primeira reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse que o governo decidiu retirar a obrigatoriedade do uso de simuladores para a expedição da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A medida foi aprovada nesta quinta-feira (13). Além de retirar o uso do simulador, o Contran também diminuiu de 25 para 20 horas o número de aulas práticas para os aspirantes a habilitação da categoria B.

Segundo o ministro, o uso deste método passa a ser facultativo, sendo uma opção do condutor fazê-la. “Se ele julgar necessário que aquilo é importante para a formação dele, de que não está seguro de sair para aula prática, ele poderá fazer. Se não quiser, ele não terá que fazer a aula de simulador”, disse Freitas.

O prazo para a implementação da nova regra é de 90 dias. Com a mudança, o condutor terá que, obrigatoriamente, fazer 20 horas de aulas práticas. Se optar pelo uso do simulador, serão 15 horas de aulas práticas e 5 horas no equipamento.

De acordo com o ministro, a medida visa reduzir a burocracia na retirada da CNH. Ele ainda disse estimar uma redução de até 15% no valor cobrado nos centros de formação de condutores.

“As aulas de simulador têm um custo diferente, mas dá para estimar que a gente vá ter uma redução de até 15%. A ideia é deixar que o mercado defina isso”, concluiu.

Informações: Jornal O Sul

Comentários
Carregando...