www.cangucuonline.com.br

Arquitetos de Canguçu e região terão novo escritório do CAU/RS em Pelotas

65

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul inaugura em setembro o novo escritório regional da instituição em Pelotas. As atividades estão previstas para iniciarem assim que abrirem as portas do prédio histórico que hoje abriga o Quartel Legalista, na Praça Coronel Pedro Osório, nº 100.

Os escritórios regionais são um compromisso da gestão com os arquitetos de todo o estado, e servirão como espaço de apoio para o CAU Mais Perto e para as atividades institucionais e de fiscalização, além de aprofundar as parcerias com as entidades e as faculdades da região.
Tiago Holzmann da Silva, presidente do Conselho.

Pelotas conta, atualmente, com 767 arquitetos registrados. Somente no primeiro semestre deste ano, o CAU/RS realizou 239 fiscalizações de obra no município e região, que abrange cidades como Lavras do Sul, Canguçu, Caçapava do Sul, Santana da Boa Vista, Pelotas, Jaguarão, Turuçu, Morro Redondo, São Lourenço do Sul, Arroio Grande, Rio Grande, Cerrito, Capão do Leão, Dom Pedrito, Hulha Negra, Candiota, Bagé, Pedras Altas, Tavares, São José do Norte e Amaral Ferrador.


O sobrado de esquina, hoje mais conhecido como Casa da Banha, foi construído entre 1830 e 1835 e tombado em 1999. Recentemente restaurado, serviu de Quartel General durante a Guerra dos Farrapos (1836), Câmara Municipal (1870) e, em 1889, sediou a redação do Diário de Pelotas. 

A nova sede regional atenderá diariamente as necessidades dos profissionais de Pelotas e região em questões da profissão. Vamos levar a mesma qualidade dos serviços já oferecidos na sede do Conselho: atendimento presencial, coleta de dados biométricos, além de ampliar as ações de fiscalização do CAU/RS.
Helenice Macedo do Couto, conselheira.

A resolução que aprovou a criação do conselho regional determinou que a estrutura fosse em prédio com relevância história e cultural para a cidade. Conhecida como a Princesa do Sul, Pelotas vivenciou um desenvolvimento econômico que rendeu frutos como edificações atualmente reconhecidas como de importância histórica e cultural do Brasil. Seu conjunto Histórico, formado por quatro Praças, um Parque, a Chácara da Baronesa e a Charqueada São João, tornou-se recentemente Patrimônio Cultural Brasileiro.

Pelotas e região têm muito a comemorar com a presença do escritório regional como promotor da Arquitetura e Urbanismo e colaborador do poder público na realização de políticas públicas urbanas e ambientais, na busca de cidades mais humanas e amigáveis. Além de valorizar a profissão, incentiva e dá suporte à representação dos arquitetos e urbanistas junto às instituições responsáveis pelo planejamento urbano e ambientais, bem como instâncias de decisão, colaborando para uma atuação mais efetiva dos profissionais na produção de cidades mais inclusivas e sustentáveis. E através da fiscalização, visa garantir à sociedade segurança e obras de qualidade.
Marisa Potter, conselheira.
 

Canguçu Online, com informações do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RS (CAU/RS).

Comentários
Carregando...
WhatsApp chat