www.cangucuonline.com.br

Publicidade

Após decisão do Tribunal de Contas da União, reajustes em tarifas de pedágios da região são suspensos

Prefeito de Canguçu esteve reunido com ministro responsável para reinvindicação de redução nos valores

A partir desta terça-feira (28), serão retomados os preços normais dos pedágios da região, após decisão do Tribunal de Contas da União (TCU).

Posição da Ecosul

“Em relação à determinação da ANTT, com base em decisão do TCU, para a redução das tarifas de pedágio nas praças do Polo Rodoviário Pelotas, a Ecosul informa que:

• Seguirá a determinação, alterando o valor das tarifas a partir da 0h desta terça-feira (28);
• Reitera que cumpre integralmente e rigorosamente o contrato de concessão;
• Manifesta, desde já, sua contrariedade quanto à medida imposta pelo órgão de controle, uma vez que afronta diretamente a regulação da Agência, a segurança jurídica, o ambiente de negócios no Rio Grande do Sul e no Brasil e, consequentemente, o próprio equilíbrio econômico-financeiro do contrato;
• Com base nas previsões legais, apresentará sua defesa de modo a recompor seus direitos;
• Por fim, tranquiliza os milhares de usuários das rodovias BR-116 e BR-392, pois a empresa buscará, mesmo diante do cenário controverso, garantir os serviços atualmente prestados: manutenção e operação diária de 457,3 quilômetros de rodovias, atendimentos de emergência 24h aos usuários, serviços de atendimento médico com ambulâncias, socorro mecânico e remoção de veículos por meio de guinchos”.


Posição Azonasul

O prefeito de Canguçu e presidente da Azonasul, Vinícius Pegoraro (MDB), esteve recentemente em Brasília para solicitar que o Tribunal de Contas da União (TCU) revisse esta pauta.

“Nós reunimos os prefeitos da AzonaSul e de forma conjunta  definimos uma posição contrária a este aumento, pois no nosso entendimento ele é abusivo e prejudicaria  em muito a nossa economia, tornando o transporte de carga terrestre mais caro, tendo reflexos negativos no Porto de Rio Grande e consequentemente reflexos negativos para toda a Zona Sul”, relatou Pegoraro.

“A partir desta decisão coletiva, fui até Brasília, acompanhado de outras lideranças e fomos recebidos no Tribunal de Contas da União e lá tivemos a garantia por parte de um Ministro do TCU, de que o Tribunal analisaria a nossa reivindicação. E graças a Deus , ontem saiu a decisão da suspensão desse aumento nas tarifas. Sem dúvida, essa é uma grande vitória para a nossa Zona Sul” define.

Fonte: Assessoria de Imprensa Ecosul / Assessoria de Imprensa Vinícius Pegoraro 

Comentários
Carregando...