www.cangucuonline.com.br

Programa A União Faz a Vida Sicredi: A educação transforma

51

Professor do Ceará conta aos professores da região sul como sua escola conseguiu se sobressair e atingir notas de destaque na avaliação do IDEB, alcançando índices mais altos que de escolas particulares do País.

O sertão do Ceará é o endereço da Escola Miguel Antônio de Lemos. Pública e com poucos recursos, ela conseguiu se destacar entre todas as brasileiras – inclusive as particulares –, atingindo nota 9,5 no Índice do Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), enquanto a média do País ficou em 5,8.

Diretor da escola por 15 anos, Amaral Barbosa de Lima esteve na noite do dia 29/04 no Teatro do SESC em Camaquã, falando para professores da rede municipal de ensino de Chuvisca e Arroio do Padre, como a pequena unidade na escola de Pedra Branca, no Ceará, conseguiu alcançar os patamares mais altos do IDEB. A palestra foi promovida em comemoração ao Dia da Educação (28 de abril), pelo Programa A União Faz a Vida, resultado de uma parceria entre o Sicredi e as Prefeituras de Chuvisca e de Arroio do Padre, através da Secretaria Municipal de Educação.

“Não existe uma receita pronta e nós não temos tantos recursos estruturais e financeiros, o nosso maior recurso é o humano. A nossa escola não tem grandes laboratórios, mas temos grandes pessoas”, comenta Lima. O ex-diretor da escola destaca que não adianta ter um laboratório monstruoso dentro da escola e ele não funcionar ou o aluno não ter acesso. Uma biblioteca com vários gêneros literários e eles não estarem disponíveis. “Na nossa escola todos os livros são muito utilizados e as pessoas são envolvidas na questão do fazer, do ensinar, do se preocupar com que o aluno de fato aprenda, que fique algo significativo”.

ESCOLA EXTENSÃO DO LAR
Entre as ações que foram colocadas em prática na escola cearense, o professor destaca o envolvimento de todos os alunos, pais e comunidade. “Nós desenvolvemos um trabalho de acreditar no professor, acreditar no aluno e fazer com que toda a comunidade escolar e a comunidade local desenvolvessem o sentimento de pertencimento àquela instituição, e nós conseguimos grandes êxitos”, comenta Lima. O programa de apadrinhamento dos alunos por parte dos professores, funcionários e a comunidade, foram estratégias utilizadas pela escola para acompanhar de perto o desempenho das crianças e adolescentes, e as aulas de reforço escolar eram bem aproveitadas.

“A família sabia de fato o que estava sendo trabalhado na escola. Muitos pais não sabiam nem ler e escrever, mas eles sabiam a importância de o filho estar todos os dias na escola, eles compreendem que o aluno não pode estar fora da escola, que tem que participar do reforço, das atividades que a escola promove. Essa é uma parceria muito forte”, explica.

PROGRAMA “A UNIÃO FAZ A VIDA”
O Programa A União Faz a Vida é a principal iniciativa de responsabilidade social do Sicredi, que acredita na educação como forma de transformar e envolver a comunidade onde está presente. Com o Programa, o Sicredi busca contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos associados e da sociedade, praticando o 5º e 7º princípios do cooperativismo: Promover a educação, formação e informação; e o interesse pela comunidade.

O objetivo do Programa é construir e vivenciar atitudes e valores de cooperação e cidadania com a prática de educação cooperativa, contribuindo para a educação integral de crianças e adolescentes em todo o País. Essa iniciativa acredita em um futuro com cidadãos mais justos, solidários e empreendedores, que respeitam a diversidade e dialogam para tomar decisões.

O município de Chuvisca iniciou a implantação do Programa A União Faz a Vida em 2018, nas três escolas da rede: Escola Municipal de Educação Infantil Sonho de Criança, Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Luzia e Escola Municipal de Ensino Fundamental Arlindo Bonifácio Pires. Em Chuvisca estão envolvidos nessa proposta 75 educadores e 640 crianças e adolescentes. Em Arroio do Padre o Programa é desenvolvido desde 2015, sendo envolvidos 51 educadores e 434 estudantes. No panorama nacional são 369 municípios que participam do programa, 24.906 educadores e 284.604 crianças e adolescentes.

A rede de compromisso é formada por pessoas que acreditam nessa causa. Além do Sicredi, das Prefeituras Municipais, e da Secretaria Municipal de Educação, através de seus educadores, já são parceiros do Programa em Camaquã a Afubra e o SESC. Seja você também um apoiador desse programa. Para mais informações, envie um e-mail para [email protected].

Comentários
Carregando...