www.cangucuonline.com.br

Publicidade

Adão Silva: Contemplar o belo

Vivemos o nosso dia a dia focados no “mais”
E só o necessário não nos satisfaz.
Observamos o carro de luxo passando,
Sem sentir o ar e o frescor que o orvalho traz.

 

Caminhamos apressados para o trabalho
E nem sequer cumprimentamos o vizinho.
Andamos acima da velocidade,
Sem observar as flores do caminho,
Comemos os frutos pra saciar a fome,
Pois foi nosso o dinheiro que os pagou,
Mas nos esquecemos de valorizar
A Mãe Terra e aquele que os plantou.

 

Ao chegarmos cansados do trabalho,
Tomamos nosso banho, frio ou quente,
E nem sentimos a deliciosa água,
Que é canalizada, mas veio da vertente.

 

Carregados de problemas e preocupações,
Entramos no lar, qual fosse uma tapera,
Sem lembrar de agradecer por ter um teto,
E sem dar um abraço em quem nos espera.

 

Olhamos os edifícios e as casas bonitas,
Mas não percebemos se é noite de lua.
Quantas vezes passamos na mesma calçada,
Sem dar um “Bom Dia!” pra quem limpa a rua.

 

Vemos e admiramos as aeronaves
Sobrevoando o espaço sideral,
Mas nos esquecemos de uma fauna rica
Com belos pássaros voando ao natural.

 

É muito lindo um show de fogos e de luzes,
Mas jamais comparado a um arrebol,
Que foi pintado pelas mãos do criador,
Para nos emocionar com um por de sol.

 

Fomos todos criados para gerenciar
Uma terra de fartura, beleza e gloria,
Mas somos, ainda, incapazes, às vezes,
De limpar o próprio lixo da memória.

 

Até queremos ser aquilo que não somos,
E admiramos os donos do poder,
Sem nos darmos conta que é uma idiotice
Colocarmos o ter acima do ser.

 

É preciso nos darmos conta enquanto há tempo,
Para jamais menosprezar nossos iguais.
Distribuir, agora, amor, sorrisos e abraços,
Porque depois que a vida vai, já não dá mais.

 

Pode ser da mais humilde residência,
Ou mesmo na mansão ou no castelo,
O ser humano só poderá ser feliz
Quando aprender a Contemplar o Belo.

 

Adão Silva

Comentários
Carregando...