www.cangucuonline.com.br

Publicidade

Acompanhe a trajetória da Banda Os Beatlezinhos

Músicos começaram suas carreiras aos cinco anos e permanecem realizando apresentações até hoje

Anos após ano, os artistas canguçuenses vem se destacando em diversos cenários e espaços. O setor musical não fica para trás nesse quesito, e pensando em sucesso, Canguçu é terra natal de uma das melhores bandas da região, Os Beatlezinhos. Grupo que que começou há mais de uma década e perdura até os dias atuais, levando boa música ao mais diversos palcos do RS.


Início da carreira

Como forma de apoiar a cultura local, o Canguçu Online valoriza todo e qualquer artista canguçuense Foto: arquivo pessoal)

O lado artístico sempre esteve presente na casa dos irmãos Gama, que começaram a banda ainda muito jovens. Humberto Gama Júnior, aos 6 anos e Matheus Gama, aos 5 anos deram início à carreira artística através das aulas de música. Juntos, os dois começaram a aprender violão, mas Matheus já visualizava novos caminhos. “Sempre, desde que comecei eu olhava pra bateria e ela me chamava muito a atenção”, lembra o irmão mais novo.

Aos poucos, os dois foram se desenvolvendo mais e mais, até que o instrutor notou que possuíam um dom. “O professor chamou nossos pais e disse que se quiséssemos continuar na música, valia a pena incentivar, era talento”, enfatiza Matheus. E a carreira foi se firmando, Júnior se especializou em violão clássico, violino e guitarra e Matheus seguiu o sonho da bateria.

Surgimento da banda

Ao lado de dois colegas da escola musical, ainda crianças, o grupo começou a tocar juntos. Vendo o potencial de ambos, o professor deu a ideia de montarem uma banda de rock. Ainda naquele momento, não sabiam qual seria o nome, eram muito novos, tinham em torno de 8 e 9 anos e surgiu a ideia de serem Os Beatlezinhos.

Foto: arquivo pessoal

“Hoje, as pessoas não compreendem como uns homens barbados ainda mantém o nome da banda assim, mas pegou, todos conhecem como Os Beatlezinhos”, brinca o baterista.

A primeira apresentação dos músicos mirins aconteceu na AABB. O show foi um evento da Escola Irmãos Andradas e contou com a presença de diversas pessoas que prestigiaram o grupo de amigos. A partir daí, seguiram se apresentando em diversos eventos do município.

Mas foi em um evento promovido pela Emater, realizado na sede do Ginásio Trianon, onde foram aplaudidos por uma colaboradora da instituição que os convidou para pra tocarem em seu casamento.

Momento atual da banda 

Desde o início, a banda já teve diversas formações diferentes, os irmãos Gama foram se mantendo e atualmente, são quatro membros. Matheus Gama, na bateria, Humberto Schumacher, guitarra e voz, Gustavo Menegoni, guitarra e Matheus Blodorn atua no baixo.

Foto: arquivo pessoal

Matheus Gama, toca bateria desde os 8 anos de idade, barachelando do 10° semestre de direito, agora com 22 anos, sempre teve a música como um hobbie sério.

Humberto Gama, toca violão desde os 6 anos, é multi-instrumentista e atualmente começou a segunda graduação em música, trabalha como músico e produtor audiovisual. Tem formação em cinema e audiovisual, pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

Matheus Blodorn, baixista, aos 17 anos teve seu primeiro instrumento, movido pelo desejo de adquirir técnica e conhecimento musical. O baixista atualmente tem 26 anos é comerciante, formado em gestão de recursos humanos e graduando do 4° semestre de engenharia elétrica.

Gustavo Menegoni, começou a tocar guitarra aos 14 anos por hobbie, formou-se em eletrotécnica no Ifsul e atualmente aos 23 anos, cursa psicologia.

Foto: arquivo pessoal

 >>>>Novas histórias: Como forma de apoiar a cultura local, o Canguçu Online valoriza todo e qualquer artista canguçuense. Se você conhece alguma história que julga merecer uma reportagem especial, mande para a redação do Canguçu Online.

Comentários
Carregando...