Canguçu, terça-feira, 23 de setembro de 2014, 03h18
Compartilhe:
GERAL - 17/12/2013
Detran/RS divulga lista de beneficiados da CNH Social
Foto: Divulgação
Programa desenvolvido pelo Governo do Estado contempla primeira habilitação e mudança de categoria
Programa desenvolvido pelo Governo do Estado contempla primeira habilitação e mudança de categoria
Programa desenvolvido pelo Governo do Estado contempla primeira habilitação e mudança de categoria

Em todo o Estado, mais de 171 mil candidatos se inscreveram para participar do programa

O Detran/RS divulgou nesta terça-feira (17) a lista dos 7 mil beneficiados da primeira edição do programa CNH Social.  Os selecionados no sorteio podem ser conferidos no site do órgão e no Diário Oficial do Estado.

> Confira a lista, por ordem alfabética, de beneficiados

Mais de 171 mil pessoas inscreveram-se no programa que vai oportunizar a pessoas de baixa renda mais e melhores oportunidades no mercado de trabalho, através da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O sorteio das vagas teve coordenação técnica da Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs) e foi realizado em duas etapas, através do aplicativo da Nota Fiscal Gaúcha. Na primeira etapa, foram selecionados 1.976 candidatos pelas cotas reservadas para mulheres e negros, buscando promover a igualdade de acesso aos postos de trabalho. A segunda etapa ocorreu nesta segunda-feira (16) e sorteou 5.024 vagas entre todos os inscritos. 

As pessoas beneficiadas pelo programa estarão isentas do pagamento de todas as taxas para os serviços de habilitação, dos exames médicos e psicológicos, do curso teórico-técnico, do curso prático de direção veicular e locação de veículos, e também dos exames teórico e prático. 

Próximos passos

Entre 17 de dezembro e 31 de janeiro, os candidatos selecionados no sorteio deverão realizar a abertura do processo de habilitação no CFC em que realizaram a inscrição, conforme o serviço e a categoria escolhidos no momento da inscrição. Além das condições e documentos necessários para a abertura do procedimento de habilitação (Renach), o candidato deverá apresentar comprovação de que, à época da abertura do serviço, estava domiciliado no Estado por no mínimo dois anos. Também deve declarar responsabilidade sobre as informações prestadas e de que conhece e aceita todas as condições de participação no Programa CNH Social. 

Segunda chamada

Em caso de não preenchimento de todas as vagas, será realizada uma segunda chamada no dia 07 de fevereiro, mediante novo sorteio das vagas disponíveis. O candidato convocado em segunda chamada deverá comparecer ao CFC em que realizou a inscrição no período de 10 de fevereiro até 28 de fevereiro de 2014, para abertura de seu processo de habilitação.

> CONFIRA OS DOCUMENTOS PARA ABERTURA DO PROCESSO NO CFC: 

Documentos para abertura do Renach:

- Carteira de Identidade (original e cópia); 
- CPF (original e cópia) - dispensando-se este documento se o número constar na Carteira de Identidade;
- Comprovante de residência atual (original e cópia);
- Os CFCs já estão realizando a captura digital de imagens, portanto, NÃO é mais necessário levar fotos.

Documentos para acesso ao programa:

- Comprovação de que, à época da abertura do serviço, estava domiciliado no Estado de Rio Grande do Sul há no mínimo dois anos.  Serão aceitos os seguintes documentos: 

1. comprovante de residência no nome do selecionado – contas de água, luz e telefone – com no mínimo dois anos de postagem.

2. declaração, assinada pelo proprietário/locatário do imóvel onde reside o selecionado, atestando domicílio do/a candidato/a há, no mínimo, dois anos. Nesse caso, deve-se apresentar, além da declaração, cópia de documento de identidade e de comprovante de residência no nome do/a declarante.

3. comprovante de matrícula em qualquer instituição de ensino no Estado do Rio Grande do Sul, com no mínimo dois anos de expedição.

4. contrato de trabalho, contracheque ou documento correlato que comprove vínculo empregatício no Estado há, no mínimo, dois anos. 

- Declaração de responsabilidade sobre as informações prestadas e de que conhece e aceita todas as condições de participação do Programa CNH Social (anexo I deste Edital).

Confira também:
ProHab é alternativa para projetos e regularização de moradias
Primavera começa após inverno que foi mais quente que a média
Moradores de Canguçu iniciam votação do Orçamento Participativo nesta sexta
CEEE faz desligamento de energia elétrica na zona rural
Mais de 400 canguçuenses apresentam-se ao Serviço Militar
Operações do Microcrédito na região Sul somam R$ 43,4 milhões
Vereadores homenageiam entidades e personalidades
Comentários
Total de comentários: 10 10 comentário(s) - Comentar
Anônimo
Não é reclamação, é indignação por parte dos que trabalham e não tem acesso a nenhum programa social e nem benefício de bolsa nenhuma!!!!!!
23.12.2013
 
Ângela Maria Pires
como a elite reclama dos programas sociais! é o medo da ascenção das classes sociais menos favorecidas?
20.12.2013
 
Anônimo
Fernanda por acaso tu conhece a realidade de quem trabalha na lavoura? sabe como é? conhece a realidade dos agricultores que trabalham dia e noite? Acho que não né! Então pensa antes de falar! Por que com certeza se eles quiserem ter algum beneficio vão olhar a renda e dizer que eles não merecem ganhar nada simplesmente porque trabalham. E outra, uma CNH custa realmente quase R$ 2.000. E olha que não reprovei nenhuma vez!
19.12.2013
 
Fábio
Boa noite, não tenho muito o que comentar sobre o caso de fazer o não a CNH por meio de algum beneficio, o que eu tenho uma dúvida é sobre o que ocorre em nossa cidade, NÃO TENHO NADA contra os proprietários do CFC, o que eu gostaria de sabe é que com toda essa estrutura que eles dizem ter, e visivelmente a tem gostaria de saber porque vejo tantas pessoas essa semana reclamando sobre a demora que terão para fazerem aulas alguns já citaram fevereiro a março de 2014, muito difícil seria aumentar a frota? NOSSA CIDADE NÃO PODE TER UM OUTRO CFC? SE PODE PORQUE AINDA NÃO O TEM? QUANTO AO ATENDIMENTO ESTAMOS SATISFEITOS? concorrência pra tudo ainda é o melhor. São apenas dúvidas.
19.12.2013
 
Fernanda
Aliás, ninguém tem culpa se a anônima ai fez a carteira dela antes deste programa do governo. E digo mais, se pagou quase dois mil foi pq rodou muitas vezes pq a carteira é cara mas não é tudo isso não. Ai o problema é teu!!!
Só falta a anônima mostra mais um pouquinho o seu preconceito dizendo que se não pode pagar a carteira também não pode ter carro.
18.12.2013
 
Marcos
Naõ dá para entender certa parcela da população. Durante muito tempo apenas quem se beneficiou dos programas do governo foi a elite brasileira. Hj quando os menos favorecidos recebem subsídios do governos são taxados como vagabundos. Infelizmente é assim. Como diria Tim Maia: "O Brasil é o único país que prostituta se apaixona, traficante é viciado e pobre é de direita"
18.12.2013
 
Fernanda
Mas quem foi que disse que os beneficiados não trabalham?
18.12.2013
 
Anônimo
• Fico indignado quando ouço comentários absurdos, desqualificando os beneficiários de programas sociais, menosprezando os de baixa renda, como se fossem um estorvo dentro da sociedade, como se quem é beneficiário dos programas sociais não trabalhassem, quem pensa assim esta completamente enganado, porque se, me lembro os que compraram carro novo e eletrodomésticos da linha branca, seja ela da classe alta, media ou baixa todos forram beneficiados com a redução do IPI. Sou trabalhador, pago impostos, não recebo nem um beneficio social, não fui beneficiado nem com o IPI, no entanto não sou melhor ou pior em relação aqueles que precisam e necessitam dos benefícios para sobreviverem, porque, quem tá em tal situação não é por que quer, mas sim, por causa da desigualdade social, a concentração de renda, a exploração de trabalho, a sonegação de impostos pelas grandes e médias empresas e tantos outros fatores responsáveis que colocaram e colocam milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade, isso não é culpa do governo e sim do sistema em que vivemos, sistema capitalista, que é um sistema de exploração, onde a responsabilidade é de quem tem dinheiro e acha que com ele tudo pode fazer.
17.12.2013
 
Anônimo
O RGS tá ferrado tudo é mais caro a ex. o pedágio a habilitaçao etc.. eu acho que querem fazerem os gaúchos de trouxa ou acham que aqui todo mundo está endinheirado?
17.12.2013
 
Anônima
Que palhaçada! Trabalhei dia e noite pra pagar a minha CNH ou seja dei quase R$ 2.000 para o CFC e esse bando vai receber a CNH totalmente sem pagar nada! Brasil: onde quem trabalha não merece ganhar nada!!!
17.12.2013
 
 
ENQUETE
Você já definiu os 5 candidatos em que irá votar no dia 5 de outubro?
Sim
Não
Somente uma parte deles
código captcha
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
22.09.14
Laboratório Mogar Silveira: DNA, Tes...
22.09.14
Casa do Gaúcho: variedade e preços b...
22.09.14
Passe Livre Estudantil: último dia p...
22.09.14
RS tem o maior número de municípios ...
22.09.14
Eletromóveis: a Loja do Izair está d...
22.09.14
Brigada Mirim recebe abrigos e camis...
22.09.14
Brigada Mirim participa do Desfile d...
20.09.14
Animal é tudo de bom: veja mais de 3...
20.09.14
É hoje: Festa do Piquete de Bota e B...
20.09.14
Casa do Alemão traz discoteca Apoteo...
+
Comentadas
1
Polícia investiga seis suspeitos env...
2
Entrevero Farroupilha tem shows segu...
3
CEEE faz desligamento de energia elé...
4
Manoel Pompílio da Fonseca: 180 famí...
5
Vereadores homenageiam entidades e p...
 
+
Lidas
1
Animal é tudo de bom: veja mais de 320 fotos...
2
Quer estar na moda pagando pouco? Então vem ...
3
Casa do Gaúcho: variedade e preços baixos pa...
4
Envie foto do seu animal de estimação para o...
5
Carina Joias incentivando o cultivo de nossa...
Canguçu On Line - O Jornal diário de Canguçu © 2010 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Comunicar Brasil